Blog

Compliance no terceiro setor: entenda a importância e saiba como praticar

Compliance no terceiro setor

Compliance no terceiro setor é uma prática cada vez mais comum no cenário mundial. O termo, de origem inglesa “to comply”, significa estar em conformidade com as leis, padrões éticos e regulamentações. Na prática, adotar regras de compliance trarão mais segurança e transparência para a organização, independentemente do corpo administrativo, podendo sinalizar rapidamente erros e desvios. Nos últimos anos, a metodologia tem ganhado notoriedade, principalmente, por conta da  Lei n° 12.846/13, conhecida como Lei Anticorrupção

Gestor, para te ajudar a colocar o compliance em prática no setor social da sua empresa e, com isso, melhorar a performance dos seus projetos sociais, nós, do Blog do Sociall, produzimos este conteúdo especial. Continue a leitura e confira! 

Veja também – Teoria da Mudança: o que é e como utilizá-la a favor dos projetos sociais?

Importância das regras de compliance no terceiro setor

Adotar regras de compliance no setor social promove uma série de benefícios, tanto para a performance dos projetos sociais, quanto para a imagem da organização, como: mais assertividade nas ações que devem ser desenvolvidas, melhora no relacionamento com os stakeholders, redução na incidência de problemas, aumento da qualidade das decisões que precisam ser tomadas e diminuição dos custos operacionais. Assim, pode-se reforçar que implementar o método é crucial para uma gestão social de sucesso. 

Como aplicar as regras de compliance?

De maneira geral, para tornar o compliance uma prática nas organizações, é necessário seguir os 4 passos elencados abaixo: 

1️⃣ – Elabore um código de conduta, com linguagem clara, objetiva e acessível a todos os colaboradores. 

2️⃣ – Dissemine para os colaboradores a importância de estarem atentos ao código e ajudarem a colocá-lo em prática rotineiramente. Lembre-se que o exemplo deve vir da liderança. 

3️⃣ – Crie canais internos para facilitar a comunicação e possíveis denúncias de desvios do código. A ideia é que o espaço possa ser utilizado para que os próprios colaboradores relatem atividades em desconformidade com os preceitos da empresa. 

4️⃣ – Reforce, periodicamente, que sua empresa não se envolve em atividades ou práticas questionáveis. Sempre valide os valores da organização e a importância dos projetos sociais que desenvolvem com a comunidade. 

Por que é importante contar com um software de gestão social?

Neste cenário proposto pelo compliance, é preciso ter fácil acompanhamento do setor social e os projetos desenvolvidos, o que pode ser otimizado com o auxílio de um software de gestão social, como o INFLOR Sociall. A ferramenta reúne todas necessidades de controle para esse tipo de gestão: administração de demandas e projetos sociais/ambientais, publicação de editais e cartas de convite, recebimento e tratamento de ocorrências ou ouvidoria, diálogo proativo com as partes envolvidas, inventário de indicadores sociais, monitoramento de criticidade de stakeholders e visualização geográfica de indicadores de investimento e relacionamento social.

Ficou interessado? Entre em contato com nossa equipe para saber mais. Teremos prazer em ajudar.

Conheça o Blog do INFLOR Sociall 

Fique por dentro de nosso Blog, porque por aqui sempre encontrará notícias e dicas poderosas para alavancar os resultados dos seus projetos. Confira outros conteúdos que possam ser de seu interesse:

Investimento Social está no topo das políticas de ESG

Qual a importância de projetos com responsabilidade socioambiental?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Outras notícias

Deixar uma resposta